sonhos se tornando lembrança ou desejo,

Eu quero um pensamento do tamanho e formato exato de mim. Eu preciso seguir em frente. Que ele seja repleto de coragem e determinação. Que ocupe cada aresta, cada beirada e resto de canto desocupado de mim. Que a confiança seja apenas o seu inicio e mais avante nele esteja estampada a destreza de amar sem medo. Que ele me inspire e faça saltar do meu peito palavras de luz e perseverança em todas as direções. Um pensamento tão perfeito capaz de me jogar pro alto, bem alto, e entre as nuvens mostrar o segredo escondido de como é bom estar vivo. Você pode não me entender, mas é que eu preciso seguir em frente. Dúvidas? Elas sempre existirão. Mas nem elas sobreviverão a liberdade do amor incondicional. Amar por amar. Sim, meu caro, eu quero um pensamento completo, que depois de ocupar cada lacuna vaga ou esquecida de mim, faça dos meus olhos lanternas para o mundo com reflexos de otimismo. E que por onde eu passe espalhe um exército de compaixão fuzilando preconceitos, radicalismos textuais, monocromáticos, religiosos ou radicais. Sim, eu quero cores de todas as tonalidades e sexualidades. Felicidade? Uma palavra que de tanto pertencer ao futuro agarrou-se aos sonhos se tornando lembrança ou desejo, mas nunca parte de mim. Pois então, que este pensamento seja a tal felicidade. Eu quero pupilas bem grandes pra ver tudo em 6d, dimensões paralelas ou convexas, tanto faz, mas que me tragam a paz e o sorriso de estar entre tantas possibilidades. Um pensamento que, com dedos longos e mãos ariscas, me faça rascunhar um beijo ou um simples aperto de mão na tela que se tornou tão espessa com tintas misturadas à terra de tantos caminhos e jornadas inúteis e em vão. Que tenha a textura do vento, que me preencha na totalidade e faça enxergar um futuro exuberante. Um mundo em sua plenitude espiritual, completo, complexo e integralmente repleto de amor. Depois de tudo esticaria os meus braços espreguiçando satisfeita de ter feito um bom trabalho e ter seguido em frente.
Elisa Bartlett.

Comentários