Quanto mais o tempo passa

Ah. Quase ninguém vê. Quanto mais o tempo passa. Mais aumenta a graça em te viver. Ah. E sai sem eu dizer. Tem mais no que te mostro. Não escondo o quanto gosto de você. O coração dispara. Tropeça, quase para. Me encaixo no teu cheiro. E ali me deixo inteiro. Eu amei te ver. Eu amei te ver. Eu amei te ver. Ah, ah. Quase ninguém vê. Quanto mais aumenta a graça. Mais o tempo passa por você. Ah. E sai sem eu dizer. O tanto que eu gosto. Me desmancho quando encosto em você. O coração dispara. Tropeça, quase para. Me encaixo no teu cheiro. E ali me deixo inteiro. Eu amei te ver. Eu amei te ver. Eu amei te ver. O coração dispara. Tropeça, quase para. Me enlaço no teu beijo. Abraço teu desejo. A mão ampara a calma. Encosta lá na alma. E o corpo vai sem medo. Descasca teu segredo. Da boca sai: “não para. É o coração que fala. O laço é certeiro. Metades por inteiro. Não vou voltar tão cedo. Mas vou voltar. Porque eu amei te ver. Eu amei te ver. Eu amei te ver. Eu amei te ver. Eu amei te ver.
Tiago Iorc.

Comentários