Cursar física ou engenharia?

Essa visão de fazer Engenharia e pós em Física como algo já programado pode não ser tão interessante assim. Não que isso torne a circunstância inviável para o Engenheiro ser um Físico, ou mais, para ele ser  um Físico de qualidade - como existem muitos que fizeram isso e foram bem sucedidos. Entretanto a situação é que, se você fizer Engenharia e quiser se tornar um Físico, terá de fazer ao menos um doutorado em Física ou em alguma área que use os conhecimentos de Física profissional com grande presença. Na grande maioria dos casos - inclusive para a situação do tema em estudo - antes de fazer o Doutorado, se faz necessário o Mestrado. Para muitos casos, o ingresso no mestrado se dá por intermédio de um teste que cobra conhecimentos profissionais e profundos na área de Física Moderna e Física Clássica, áreas nas quais um Engenheiro teria uma grande deficiência, mesmo se se falarmos de Física Clássica. Além disso, faz parte do processo seletivo, na maioria dos casos, o ato de já ter desenvolvido algum tipo de pesquisa durante a graduação (as famosas I.Cs), ou de já ter trabalhado em algum laboratório. Agora o estudante de Engenharia consegue sanar esses detalhes? Claro que consegue, por exemplo - ele pode muito bem fazer alguma Iniciação Científica com algum professor da Física (e acho que muitos professores receberiam o estudante com braços abertos), além disso ele pode estudar os conteúdos da Física por conta, ou seja - emprestar os livros da biblioteca e simplesmente estudar! Entretanto, existem detalhes que devem ser revelados, além de toda bagagem de conhecimento em Física que você tem de conquistar para entrar em algum programa de pós na Física, você ainda precisa estudar para as disciplinas da própria Engenharia, que não são fáceis e exigem tempo e e dedicação. Outra questão é que o curso de Engenharia dura cinco anos, é extremamente denso e você deve cumprir boas horas de estágio, o que pode ser um fator de impedimento para realizar uma I.C na Física. Soma-se a esse fator também que existem coisas muito divertidas com as quais você pode trabalhar na Engenharia - o que pode te desviar dos seus interesses iniciais - não que isso seja um fator negativo (mas o meio influência muito a pessoa)! Tá certo que se você estiver na Física mesmo assim terá de estudar por conta, essa é a única forma de se concretizar o conhecimento na Mente, entretanto - acredite, tudo fica muito mais fácil se você já tiver um tutor, um mestre que te guie - e é essa a função do Professor, então ter a disciplina Mecânica Quântica, por exemplo, pode facilitar e turbinar muito os seus estudos! Você até pode se matricular em disciplinas da Física, entretanto provavelmente pensara duas vezes quando estiver com 7 a 10 disciplinas da Engenharia, além da provável sobreposição de horários. 

Comentários