Azar, Sorte e Fé

Azar, Sorte e Fé


 por:VieiraSilva
Azar, Sorte e Fé.
Superstição? Não tenho, é algo que não me incomoda! Partir um espelho, varrer os pés (ainda, porque sou casado) abrir o chapéu de chuva em casa, colocar uma vassoura ao contrário atrás da porta, (bem que gostaria que funcionasse quando recebo certas visitas) ver um gato preto, passar por baixo de uma escada, entrar sempre com o pé direito para dar sorte, o noivo não poder ver a noiva antes da cerimônia, orelha quente significa que alguém está falando de nós, bater três vezes na madeira, etc. etc.
Bom! Mesmo por que não acredito no azar e nem na sorte! Azar é a palavra que se usa para justificar o erro, a incompetência e o despreparo, a palavra sorte e a maneira de explicar um resultado positivo conseguido por ações realizadas imperitamente, com desmazelo.
Se meu time lançar dez bolas na pequena área em meus pés, provavelmente não faria nenhum gol, mas nos pés de Neimar, certamente converteria pelo menos seis, não por sorte mais por perícia, os outros quatro, o goleiro defenderia também por estar preparado, não foi sorte e nem azar este resultado!
A fé é outra palavra que a meu ver carece de bom entendimento sobre sua funcionalidade, ela é latente em todas as pessoas, entanto alguns fazem uso da mesma consciente ao usá-la em seu dia a dia, outros obtêm bons resultados usando-a inconscientemente. Funciona com o tripé; eu, ação e D”eu”s.
São varias as atitudes e comportamentos que anulam a fé; o desleixo a displicência nas ações, o despreparo para o que se propõe realizar, a indisciplina, a baixa estima, sentir-se incapaz para realizar o proposto.
A fé só é eficaz se acreditar no “EU”, se, se ver capaz, acreditar na sua capacidade, se for atento, disciplinado, se libertar dos hábitos prejudiciais e buscar conhecimento.
Porém, nada disto terá valor algum se não “AGIR”. A fé por si só não vale nada. Eu sei que isto contraria o que muitos têm ensinado, quando dizem que basta ter fé para remover montanhas. A ação é parte primordial para alcançar qualquer objetivo, sem ela não há colaboração do universo que é composto coisas animadas e inanimadas, ninguém se dispõe a ajudar quem pode fazer alguma coisa e não faz nada.
O ser humano, não consegue serem estável em seus comportamentos, sentimentos, opiniões e atitudes, constantemente! Uma simples mudança de tempo é possível alterar o nosso humor; por mais que seja autoconfiante haverá momento que precisará de uma força para seguir em frente, buscar essa força em outro humano, pode até ajudar, mas não na medida da necessidade, ai então, entra Deus. Veja acima que coloquei na palavra Deus, o EU entre aspa! Porque entendo que Deus não pode fazer nada se não tiver as atitudes certas; isto é: Ele não fará nada por você. Por outro lado, precisa de algo maior do que outro humano para se agarrar.
VieiraSilva

Azar, Sorte e Fé Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/guidance-self-improvement/2433459-azar-sorte-f%C3%A9/