fazer uma boa entrevista de emprego

Como fazer uma boa entrevista de emprego


Resumo escrito por:vitorcamp
Em um mundo moderno, globalizado e competitivo, é cada vez mais importante saber como dar o primeiro passo rumo ao sucesso no mercado de trabalho. E isso passa por uma entrevista de emprego – o pesadelo de muita gente, principalmente dos mais tímidos. Mas, com algumas dicas, é possível chegar lá!

Como se vestir?
Uma das principais causas de insucessos em entrevistas de emprego são as roupas utilizadas pelos candidatos. É necessário vestir-se adequadamente de acordo com a função pretendida, ou até de uma maneira um pouco mais formal. Para os homens o ideal é, geralmente, o uso de ternos ou roupa social. No caso das mulheres a dica é a mesma, mas elas podem variar um pouco mais, fazendo uso de saias e outras peças – desde que lembrem-se de evitar roupas provocantes, como as muito curtas ou decotadas. A primeira imagem será um cartão de visitas, e isso depende muito de vestir-se da melhor forma possível.
O que e como falar?
O candidato deve lembrar que estará sempre sendo avaliado. Desde a postura às palavras. Por isso, é importante utilizar o português corretamente e responder às perguntas do entrevistador com clareza e tranquilidade. A boa e velha dica de “ser você mesmo” pode encaixar-se bem aqui, já que é preciso ser sincero: não adianta falar de uma qualidade que na realidade não se possui. Ainda que a entrevista seja bem sucedida e o candidato contratado, logo seu desempenho provará suas habilidades e a veracidade das informações. Ainda assim, mesmo antes do contrato, há inúmeras formas de uma empresa confirmar os talentos afirmados em entrevista: contatos com antigos empregadores e até as redes sociais são usadas atualmente para conhecer o perfil de um candidato a uma vaga. Por isso, a sinceridade é uma aliada na hora da entrevista!
Ao responder as perguntas, deve-se tentar encadear os raciocínios de forma lógica e coerente, seguindo um fluxo de ideias relacionadas aos questionamentos – porém, fazer referências a outros temas enquanto desenvolvem-se as respostas é uma boa opção: assim demonstra-se cultura geral, que pode ser um ponto positivo para o candidato. Por exemplo: ao ser perguntado sobre uma expectativa salarial, o ele pode comentar sobre a situação econômica de forma sutil, mostrando conhecimento desta. “Eu gostaria de ganhar X, pois acredito que seria um valor válido e de acordo com a área no qual estamos inseridos, levando em consideração que o nosso mercado está de maneira Y.”

Terminando a entrevista
Ao final, como já adiantamos, o candidato deve falar sobre suas pretensões, tanto salarias como do serviço em geral a ser prestado. Deve-se tentar não ser muito exigente, sugerindo um valor de salário que seja justo em cada área. Não adianta pedir o que o empregador não terá condições de pagar. Sugerir um valor muito abaixo do de mercado também pode ser um problema. O examinador pode, nesse caso, entender que o entrevistado não conhece bem a área ou que subvaloriza a profissão. Portanto, o equilíbrio é a melhor saída.
Da mesma forma, é preciso ser sincero com relação às expectativas sobre o trabalho a ser desempenhado. Pois, caso o candidato consiga o emprego, ele pode se surpreender com um serviço no qual não se sinta à vontade, gerando insatisfação. Nesse aspecto a entrevista de emprego deve ser uma conversa franca, onde todas as possibilidades são conhecidas. Tratada dessa forma, e unida aos outros aspectos já ditos, é garantida a simpatia do entrevistador – e, provavelmente, o tão sonhado emprego.

Como fazer uma boa entrevista de emprego Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/how-to/careers/2414475-como-fazer-uma-boa-entrevista/

Comentários