saiba mais sobre o bronze

Bronze

Resumo escrito por:Misanthrope
Bronze é o nome genérico de ligas de cobre e estanho. O termo arame, também, é usado em poesia e nos textos literários bem como em campanólogia onde ele designa a liga para a fundição de sinos. Os bronzes, normalmente são compostos de mais que 60% de cobre e de uma proporção variável de estanho (de 3 a 20% aumentando a dureza) e contém quantidades variáveis de alumínio, chumbo, berílio, manganês e tungstênio, às vezes silício e fósforo (aumenta as propriedades mecânicas), mas não contém quantidades notáveis de zinco (não confundir com o latão cujo termo em inglês brass muitas vezes é traduzido por bronze.). A suas características principais são uma boa resistência ao desgaste por ficção, uma resistência media à corrosão e uma boa condutividade elétrica, è usado muitas vezes como material de atrito com o aço. A corrosão das peças em bronze é um empecilho para o uso na marinha e na indústria naval.
Estas ligas foram utilizadas pela primeira vez durante a Idade do Bronze para fabricar ferramentas, armas, instrumentos musicais e armaduras mais robustas e resistentes que os anteriores em cobre ou pedra. Durante a Idade do Bronze, o arsênico muitas vezes é adicionado ao bronze o que aumenta a sua dureza. As ligas as mais usadas na indústria são CuSn5 (UE5P), CuSn7Pb6Zn4 (UE7), CuSn8 (UE9P) e CuSn12 (UE12). O número que segue o metal secundário indica a sua porcentagem na liga (Ex: CuSn5: 5 % de estanho e então 95 % de cobre).
Os bronzes para espelho são compostos de 30 a 35% de estanho. O estanho na superfície oxida mais dificilmente. O cobre em liga se oxida formando o azinhavre.

Bronze Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/exact-sciences/chemistry/2407300-bronze/