livro décimo segundo planeta

 Décimo Segundo Planeta


Resumo escrito por:utilegratis
Aviso: controversial. Pode ser ofensivo para "fundamentalistas".

Este livro inicia uma série de obras de um autor contemporâneo que, quanto ainda era apenas um jovem estudante, já conseguia estudar o Antigo Testamento no original em hebraico, tornou-se obcecado com a palavra Nefilim e foi descobrindo ao longo da vida a base de uma hipótese sobre a origem do Homem considerada pela UPI como "a
mais surpreendente de todas".

Se você tiver a mínima suspeita de que os extraterrestres podem de fato existir, o erudito judeu e autor de best-sellers Zecharia Sitchin pode provar que você está certo. Apresentando um extenso corpo de evidências acumuladas durante anos de investigação meticulosa, ele tem habilmente estabelecido um forte caso que é "brilhante e explosivo".

Defendendo que a palavra Nefilim significa literalmente "aqueles que foram lançados para baixo" e não "gigantes", Sitchin dedicou uma vida de trabalho para descobrir quem eram esses extraterrestres.

O Homem, ao que parece, não é nativo deste planeta. Todas as formas de vida na Terra contém muito pouco dos elementos químicos que abundam aquí, mas, mais daqueles que são abundantes no espaço exterior. Então, desde 3800 a.C. e a cada 3600 anos parece ter havido acontecimentos que levarama decadência da humanidade em uma espécie de renascimento cultural como se algum invisível mentor voltasse periodicamente.

Estima-se que a primeira civilização humana conhecida por nós surgiu por volta de 3800 a.C. Parece que não se conhece nenhum precursor, não há dados de uma lenta série de acontecimentos que levaram a ela. Trata-se da civilização Suméria, supreendentemente muito desenvolvida, inclusive para os padrões atuais. Tinham uma lingua escrita, um modo de impressão, avançada cerâmica, forno, usava o petróleo, metalurgia, matemática, astronomia, química, medicina, uma assembléia bicameral... e muito mais - o suficiente para levantar uma questão: será que tiveram tempo suficiente para aprender tudo por si mesmos?

Reforçando os argumentos de Sitchin estão os registros sumérios que afirmam que eles aprenderam o que sabiam dos ilu ("os altíssimos"). No idioma acadiano o termo é Anunnaki ou "aqueles que vieram do céu à terra", não muito diferente de Nefilim.

Os Anunnaki, ao que parece, vieram de um planeta itinerante chamado Nibiru. Ele vem ao redor e através do nosso Sistema Solar a cada 3.600 anos. Há muito e muito tempo atrás, em eventos que já ecoavam pelos primeiros versículos do livro do Gênesis, Nibiru, através de colisões e quase-colisões, moldou nosso Sistema Solar como ele é hoje.

Os antigos se referiam a este planeta como "O Senhor", que se tornou o nome de sua principal divindade. Foi terrivel o "Dia do Senhor", já que veio com chuvas de meteoros e grandes terremotos causados pela atração gravitacional. Contando todos os nove planetas, mais o Sol e a Lua, Nibiru se tornou o 12º planeta do nosso Sistema Solar. Em seguida, a cada um foi atribuído uma divindade correspondente, os 12 maiores líderes dos Anunnaki. Esta é a possível origem do sagrado número 12.

Quando eles aterrisaram; por que eles aterrisaram; os acontecimentos que conduziram à criação do "Adamu"; o estabelecimento de uma sede denominada "Edin"; a aparente imortalidade dos Anunnaki... o livro se justifica por si só. Esta e todas as obras estão disponíveis em uma loja especial - Brethren of Yeshua at Amazon.


O Décimo Segundo Planeta Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/mythology-ancient-literature/1896018-d%C3%A9cimo-segundo-planeta/