um conto de natal

Um Conto de Natal famoso


 por:ANDEMA
UM CONTO DE NATALAUTOR: CHARLES DICKENSEssa não é apenas mais um conto de Natal, é também, uma crítica, sutil, ao período VITORIANO, época que a Inglaterra era militarmente forte, politicamente avançada e comercialmente potente, quando os reflexos da Revolução Industrial invadia a vida das pessoas mudando e moldado as necessidades de cada cidadão. O livre comercio incentivava o capitalismo, a máquina a vapor diminuía as distâncias, muitas pessoas estavam alfabetizadas, o mundo progredia; mesmo assim, muitas pessoas continuam pobres, sem ter o mínimo para sobreviver, trabalhando muitas horas por dia, crianças eram recrutadas para trabalhar, era a exploração do homem pelo homem. Dickens celebrava as maravilhas do mundo moderno e do capitalismo nascente, porém nunca deixou de apontar as chagas deste mundo. Colocou-se sempre ao lado dos velhos, dos órfãos desamparados, das crianças desumanamente empregadas nas indústrias, dos pais desempregados. São esses conflitos modernos da vida real, da perda dos valores morais e familiares, da degradação dos laços sociais que Dickens mostra de forma mágica nesse conto de Natal.Scrooge, um rabugento homem de negócios em Londres, sovina, solitário, sem sentimentos, sem nenhuma compaixão, fechado para o mundo, sem laços familiares, só pensa no lucro, só pensa em realizar bons negócios. Marley, seu sócio, seguindo a mesma linha de comportamento de Scrroge, porém menos frio, mas não menos ganancioso. Marley falece no dia de Natal, mesmo assim, Scrooger fecha um grande negocio nesse dia, e apesar de gostar do sócio, ele pouco se importa, só lembra da data pelo que conseguiu lucrar nesse dia.Numa véspera de Natal, um dia muito frio co forte nevoeiro, o fantasma de Marley vem visita-lo e mostra a ele tudo que sofre por não ter vivido a vida com mais amor, sendo mais solidário, e menos avarento. Marley e mais outros e espíritos levam Scrooger para rever a a vida passada e a chance de mudar, refletir sobre o comportamento anti-social que ele leva, de olhar para o semelhante, de sentir amor e compaixão por aqueles que não lograram sucesso na vida.Os espíritos fazem Scroger mudar completamente, tornan-no um Senhor generoso que aprende a repartir os bens materiais com os que nada têm e o torna um Sr., gentil, amoroso, caridoso e o que é melhor, aceito e bem quisto por todos.
Um Conto de Natal Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/humanities/473559-um-conto-natal/

Comentários