ciência na Antártida

Cientistas encontram partículas de fora do Sistema Solar na Antártica

Resumo escrito por:SenhoritaGomes
Na edição da revista Science publicada na última sexta-feira, 22, cientistas anunciaram a descoberta, no gelo da Antártica, de uma partícula elementar que compactava 28 neutrinos vinda de fora do nosso Sistema Solar, com energia cinética superior à de uma mosca voando. A pesquisa que está sendo desenvolvida conta com a participação de 260 cientistas vindos de 11 países. As instituições envolvidas no estudo são várias, entre elas a Universidade de Wisconsin, nos EUA, a Universidade de Uppsala, na Suécia, e nove instituições da Alemanha, como o instituto de física Desy.

Francis Halzen, o principal autor do estudo, explica que os neutrinos encontrados são partículas fundamentais de massa desprezível e de quase nenhuma interação com outras partículas. Eles conseguem escapar com facilidade de ambientes muito densos, como é o caso do núcleo de explosão de uma supernova. Por essa razão, os neutrinos são tidos como “mensageiros” de eventos de energia extremamente elevada que ocorrem no Universo. A facilidade com que voam através da matéria é tão grande que um número incalculável de neutrinos penetra a atmosfera da Terra por segundo. Eles passam sem deixar vestígios e raramente se chocam contra outras partículas. Para observar os neutrinos, são necessários módulos ópticos, que são uma espécie de detectores gigantes com sensibilidade suficiente para perceber as fracas ondas de luz geradas na colisão entre neutrinos e outras partículas.

Na pesquisa que está sendo desenvolvida na Antártica, o grande astro é o IceClube, maior detector de partículas do mundo. Para se ter uma idéia, ele ocupa um volume de 1 km³. Em sua estrutura distribuem-se 86 cabos de aço nos quais estão pendurados 5.160 detectores sensíveis. Os primeiros sinais da presença dos neutrinos extraterrestres surgiram em abril de 2010, quando o IceClube decobriu dois eventos, que forma chamados de “Ernie” e “Bert”. A descoberta foi contada na revista científica "Physical Review Letters".

Agora, após a descoberta dos 28 neutrinos, a equipe de pesquisadores concentra seus esforços na identificação dos eventos que deram origem a eles. O objetivo é identificar outras fontes de neutrinos de alta energia no Cosmos.

Cientistas encontram partículas de fora do Sistema Solar na Antártica Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/exact-sciences/astronomy/2397671-cientistas-encontram-part%C3%ADculas-fora-sistema/

Comentários