Saiba tudo sobre A lenda de Zelda



Resumo escrito por:israel2020
O ano era 1998, quando ele deixou este jogo. Nesse mesmo ano, esta jóia do Nintendo 64 ganhou o prêmio de melhor jogo e ainda para muitos, continua a ser o melhor de todos os tempos, apesar do tempo que passou e as melhorias gráficas que têm chegado a ver até agora. O enredo é brilhante, porque explica um bom ritmo toda a mitologia por trás da história do reino de Hyrule, onde geralmente se desenvolveram as várias partes desta saga. Em primeiro lugar, o deus Nayru, Farore e Dyn, criou a terra, e as coisas vivas. Então, eles decidiram construir a Triforce, onde três deles manifestam seus poderes. Ela consistia de três partes e, por sua vez, teria três escolhidos aqueles que levariam cada um: poder (Ganondorf), sabedoria (Princesa Zelda) e coragem (o heróico Link). Assim, a contagem se gradualmente história. O jogo começa com Link, Kokiri aldeia criança, que depois descobri que era um Hylian, ou seja, pessoas de outro mundo diferente do pequeno, sempre infantil, Kokiri. A aldeia árvore sábio, diz o herói que deve deixar esse pequeno lugar, e se aventurar em Hyrule para salvar o reino das forças do mal, comandadas pelo malvado Ganondorf de Gerudo, de desertos. O jogo tem duas partes: a primeira, em que Link é uma criança e deve coletar três relíquias, levando-os em três células, para desenhar o mestre da espada do templo do tempo, dotado da força necessária para matar Ganondorf, o segundo, onde passam sete anos, com ligação feita de um adulto segurando um mestre da espada e do Ocarina of Time, que pode voltar ao passado, e viajar para o futuro, um escuro e dominado por Ganondorf. Tem de ser vitorioso em cinco templos, e obter os medalhões de cada um. Finalmente, para ter direito a todos os medalhões, deve ser direcionado para uma batalha final espetacular com Ganondorf, em seu castelo.
Depois de superar obstáculos em tal lugar, há o confronto entre os dois inimigos. A pior coisa para Link, é que a princesa Zelda estava nas mãos do vilão. A disputa final consiste em duas partes uma contra Ganondorf na sua forma natural, e outro contra ninguém menos que o detentor ou qualquer Ganon em forma de um porco, armados por todo o corpo, e enorme. No entanto, este último tinha uma fraqueza: sua cauda. Batendo lá em cima, seria inútil, e que é usado para bater na cabeça, porém, sem a Master Sword, mas com qualquer outra arma. No final, a Princesa Zelda está livre do feitiço de Ganondorf, e dá a espada mestre, que com ela da o golpe final para o inimigo. Com a derrota, é condenado ao confinamento, pelos lendários sete sábios. Finalmente, Link volta no tempo, sete anos antes, como se nada tivesse acontecido, mas Ganondorf ainda paira em torno vezes, preso, mas não morto. Nem a ligação tenha esgotado sua Triforce da Coragem, Zelda perdeu nem a sabedoria, nem a força de Ganondorf. Um épico, intenso e envolvente, equipado com um jogo que, para a época, foi revolucionário. Atualmente, não só pode jogar este jogo no Nintendo 64, mas em Game Cube, que saiu uma versão sem melhorias gráficas, para tal sistema. E, assim como no Gamecube pode ser reproduzido na Nintendo Wii também.
A Lenda de zelda: Ocarina do tempo Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/humanities/2387371-lenda-zelda-ocarina-tempo/

Comentários