Não faça Tempestade Em Copo D'Água


Não faça Tempestade Em Copo D'Água com a família

Resumo escrito por:OUTONODAVIDA
Contrariamente à opinião de mutos, que insistem em apregoar o fim da família (e o "fim dois tempos"), a INTITUIÇÃO FAMILIAR não acabou. O que aconteceu, desde a "revolução sexual",m foi a criação de outros e novos modelos de família, alguns dos quais os de caráter informal, sem a necessidade do "papel passado". Contudo, a família tradicional continua existindo: Pai, mãe, filhos, cachorro, gato e tudo o mais. E permanecem, tal como ocorreu desde a origemn da instituição familiar, os problemas naturais, decorrentes da convivência de pessoas diferentes, que compartilham do mesmo espoaço.. A mudança - e para melhor - é que, salvoi deploráveis exceções, a família ganhou novas e boas perspectivas, surgindo um maior respeito entre marido e mulher e maior valorização da individualidade dos filhos.

O Autor desta obra, RICHARD CARLSON, publicou, antes, o livro "Nâo Faça Tempestade em Copo D'Água", tendo vendido 6 milhões de exemplares nos Estados Unidos, permanecido sessenta e uma semanas na lista dos mais vendidos do New York Times e foi o Livro do Ano do USA Today em 1997. Esse livro foi traduzido para vários idiomas e publicado em vários países.
Agora, para ajudar a tornar a vida com a família um pouco mais fácil e mais amorosa, o já consagrado Autor resolveu especificar as abordagens de sua obra anterior, centralizando-o na "célula-mãe" da sociedade. Com linguagem simples e didática, o livro consiste em - como decorre do subtítulo - um manual contendo "maneiras simples de evitar que as responsabilidades diárias e o caos doméstico tomem conta de sua vida".

Passo a passo, o Autor vai fornecendo orientações e conselhos objetivos e fundamentais, para que o leitor tenha condições de ir obtendo a paz e o equilíbrio consigo mesmo e, a partir daí, vá construindo uma convivência harmoniosa com os integrantes de sua família. Orienta sobre como eliminar os problemas e conflitos, quando ainda estão em forma de semente, impedindo-os de germinarem e crescerem - momento este, em que a solkuç~çao fica bem mais difícil.

Uma das mais belas orientações da obra é a que, singelamente, recomenda: "Comece o dia com amor, viva o dia com amor, termine o dia com amor". Quer, com ela, sugerir que se tenha o amor como companheiro e guia permanente em tudo e as todas horas e em relaçao a todas as pessoas da convivência diária: Em relação ao marido ou à mulher, aos filhos, pais, irmãos e até aos companheiros de trabalho. Como bem ensina, quando se coloca o amor de lado, coisas insignificantes, que poderiam ser resolvidas facilmente, transformam-se em tempestades que devastam a harmonia familiar.

Contendo cem capítulos breves, o livro ensina como evitar os estresses da vida em comum. Por exemplo: "Não vá para a cama aborrecido". Outro: "Não leia as entrelinhas" porque a mania de ler a mente dos outros com base numa frase ou numa expressão facial freqüentemente leva a injustiças e brigas sem sentido.

Parao Autor, as pessoas que aprendem a não superdimensionar seus problemas têm mais possibilidades na vida. Avisa, porém, que nenhum de nós consegue manter em cem por cento nossas relações familiares, sempre haverá momentos em que nos sentiremos frustrados ou acabrunhados.

Não faça tempestade em copo d’água com a família ajuda a superar os problemas, reviver o romance e transformar o casamento num gostoso caso de amor.

Não faça Tempestade Em Copo D'Água Com a Família Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/guidance-self-improvement/2387793-n%C3%A3o-fa%C3%A7a-tempestade-em-copo/

Comentários