valorizar conteúdo e cultura



Resumo escrito por:Jerson Aranha
CULTURA E CONTEÚDO TÊM O MESMO VALOR EM QUALQUER LUGAR DO MUNDOA revista ValorInveste, trouxe uma extensa reportagem de capa sobre os melhores investimentos para seus filhos. É impressionante o volume de pesquisas encontradas no exterior sobre o tema e algumas que começam a ser feitas no Brasil. Os pais sempre acham que os melhores investimentos para seus filhos estão nas agências bancárias ou com o corretor de imóveis. Não é bem assim. Qual o melhor investimento? Um apartamento para começar a vida? Uma reserva financeira? Fazer um plano de aposentadoria?

Mantenha sempre no foco de suas aplicações a garantia da educação de seus filhos e lembre-se de que para este investimento não é necessário muito dinheiro, desde que você se planeje desde cedo.


 Além disso, estudos mostram que o aporte financeiro não valerá muito se você não dedicar tempo aos seus filhos. Ilona Becskeházy, diretora da Fundação Lemann, do empresário Jorge Paulo Lemann, coordena várias pesquisas sobre educação de crianças e adolescentes no Brasil e coleciona resultados impressionantes. Eles convergem para um ponto particularmente relevante: a atuação dos pais junto a seus filhos é pode determinar o sucesso escolar das crianças. "Crianças que são largadas pelos pais também são largadas pelos professores", diz ela. E assim, como num círculo vicioso, essas crianças vão perdendo pontos em sua formação. Há diferenças gritantes entre o desempenho de alunos que declararam ter ou não livros em casa, independentemente do nível sócio-econômico da família, por exemplo. Mas Ilona chama atenção para um detalhe importante: "Não adianta ter livros em casa, o pai tem que dar o exemplo", diz. Segundo ela, no cruzamento dos resultados das pesquisas é possível ver que o desempenho escolar das crianças, principalmente até a quarta série, tem uma forte correlação com o exemplo dos pais. "Os pais precisam ler com os filhos. Não adianta comprar os livros e deixar na estante", diz. Foram feitas duas avaliações: uma no início do projeto e outra no fim. As pesquisas mostram que a classe econômica dos pais é um dos maiores condicionantes do desempenho dos alunos. Mas observe que isso ocorre porque os pais acompanham mais a rotina de estudo dos filhos tanto em casa como na escola, lêem mais e têm um vocabulário melhor. "O nosso projeto de talentos, que é bem menor, utiliza este critério para selecionar os alunos." Segundo ela, além de talento e ser aprovado nos testes de seleção, a fundação procura identificar as famílias que investem energia no apoio ao estudo do aluno. Ilona diz que, se as famílias são pobres e não podem investir dinheiro, não tem importância.
"Se hoje você é rico, amanhã não se sabe, mas cultura e conteúdo têm o mesmo valor em qualquer lugar do mundo."São muitos os dados levantados pela fundação. Alguns bastante preocupantes como o que mostra o desempenho de alunos de uma mesma classe social, mas de diferentes raças. Segundo este estudo, os alunos negros têm notas escolares piores do que alunos brancos sejam qual for a classe social. Em outras palavras, não importa se o aluno negro é rico ou pobre, ele é vitima de racismo na própria escola.

CULTURA E CONTEÚDO TÊM O MESMO VALOR EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/humanities/1737388-cultura-conte%C3%BAdo-t%C3%AAm-mesmo-valor/

Comentários