utilidades aplicações do magnésio



Resumo escrito por:TANNY34
Foi identificado pelo químico Joseph Black em 1755 e sintetizado pela primeira vez pelo químico inglês Humphry Davy em 1808. 

Esse metal foi obtido através da evaporação do mercúrio de um amálgama de magnésio obtido por eletrólise de uma mistura de magnésia e óxido de mercúrio.


 Atualmente o metal é obtido principalmente pela eletrólise de cloreto de magnésio (MgCl2), método que já foi empregado por Robert Boyle, obtendo-o de slamoras e água do mar.
Seu nome é originado de Magnésia, que em grego designava uma região da Tessália (periferia da Grécia). É o sexto elemento mais abundante da Terra. Não sendo encontrado livre na natureza e sim nos minérios de Magnesita (MgCO3) e dolomita (CaMg(CO3)2). A água do mar contém cerca de 1300 ppm de magnésio na forma de cloreto de magnésio (MgCl2).
É usado em misturas com outros metais (ligas) formando materiais leves, para aviões, rodas e na proteção de estruturas metálicas (como metal de sacrifício) como cascos de navios e tubulações, porque sofre corrosão primeiro, evitando ou retardando a corrosão de outro metal.

O magnésio é um mineral essencial para o corpo humano,


 necessário para mais de 300 processos biológicos muito importantes, incluindo a produção de ATP e a contração muscular. Muito consumido por pessoas ativas que desejam evitar câimbras musculares, manter o bom funcionamento dos músculos, nervos e densidade óssea e evitar contusões. A deficiência de magnésio pode causar uma série de complicações com sintomas como câimbra, fadiga, síndrome pré-menstrual, irritabilidade, isônia, perda de memória, entre outros.
No Brasil, há jazidas de Magnesita que ficam em Orós e Cariús, no Ceará e em Brumados, na Bahia.

Magnésio, sua características e aplicações Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/exact-sciences/chemistry/2196297-magn%C3%A9sio-sua-caracter%C3%ADsticas-aplica%C3%A7%C3%B5es/

Comentários