subordinadas substantivas e adjetivas

Orações Subordinadas substantivas e Orações Subordinadas Adjetivas


Resumo escrito por:RenataMar
Antes de expor sobre as orações subordinadas substantivas, cabe destacar que as orações subordinadas são quando uma ou mais desempenham função sintática sobre a outra, e se dividem em substantivas, adjetivas e adverbiais. Entretanto, este estudo se atenta somente as substantivas, estas que exercem com relação à oração principal, as funções do substantivo. Elas se dividem em subjetiva, objetiva direta, objetiva indireta, completiva nominal, predicativa e apositiva. E as adjetivas que apresentam um valor de adjetivo, relacionando-se com um termo de valor substantivo presente na oração principal, e que sempre são introduzidas por um pronome relativo, que, qual, os quais, quem, onde, cujo, cuja, quanto.
A respeito da oração subordinada substantiva subjetiva funciona como sujeito da oração principal. E a identificamos quando são usados na oração verbos na 3ª pessoa do singular, ser, admirar, cumprir, acontecer, parecer, preocupar, convir, urgir, importar; ou quando os verbos estão na voz passiva. Alguns exemplos:
"Convém que você estude mais para as provas."; " Constata-se, pelas notas divulgadas do concurso, que você obteve um bom resultado final".
A objetiva direta, como o próprio nome já diz, funciona como objeto direto da oração principal. Exemplo: "Não vimos quem chegou mais tarde". Enquanto que a objetiva indireta, funciona como objeto indireto da oração principal. Exemplo: "Ele sempre reclamava de que seus esforços não eram valorizados".
A completiva nominal funciona como complemento de um substantivo ou de um adjetivo da oração principal. Ainda é regido por preposição mesmo ela podendo ser omitida. Exemplo: "Eu sempre tive a certeza de que conseguiria uma boa nota".
A predicativa funciona como predicativo da oração principal, aparecendo o verbo de ligação, como o verbo ser.
Exemplo: "O certo é que Marina ficou sozinha durante toda a festa".
A apositiva, que funciona como aposto da oração principal. Exemplo: A Rafael só lhe interessava um detalhe: que todos do grupo estivem fazendo a sua parte no trabalho em grupo.
Já sobre a oração subordinada adjetiva restrita, esta se restringe a significação de um substantivo ou pronome da oração principal, particularizando-o. Ela tem o valor de um adjunto adnominal e não pode ser omita por vírgulas. Exemplo: "O aluno que sempre estuda com antecedência consegue ótimas notas".
E por último, a explicativa, que sempre se apresenta separada por vírgulas. Exemplo: "Viviane, que é minha amiga, sempre me auxilia".

Orações Subordinadas substantivas e Orações Subordinadas Adjetivas Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/writing-and-speaking/copywriting/2377364-ora%C3%A7%C3%B5es-subordinadas-substantivas-ora%C3%A7%C3%B5es-subordinadas/

Comentários