rotina do profissional perfeito



Crítica escrita por:JOAOVICTORS

Como parte da rotina de uma empresa é normal ter de voltar a rotina de processo seletivo.
Diz a lenda que quando a administrador pensa que seria interessante substituir tal "colaborador"


ele já deveria o tê-lo substituído, esta atrasado na substituição. Pode parecer balela, mas ainda hoje encontro gestores que supervalorizam profissionais e não arriscam dar certo com o universo de opções que temos hoje em dia. Levo em consideração que o mercado de profissionais não esta em seu melhor momento e que com o crescimento nacional em diversos segmentos e aumento da linha de produção a captação de profissionais com mão de obra de baixo custo esta muito difícil e que buscar méritos e experiência é tarefa árdua para o recrutador, mas esta claro a necessidade de mudança de pensamento para o pequeno empreendedor e que para sustentar um crescimento no seu setor ele deve atribuir a seus pilares o fator "Pessoas" competindo assim na oferta de trabalho. Também não estou promovendo o alto “turn over” como solução gerencial, mas substituir as vezes é indispensável. Cargos com fim de substituição levam em consideração o fator "experiência" e colocam em julgamento as atribuições do cargo. Este fator não deve servir de condição para a não substituição do colaborador, esqueça o pensamento de "suficiência" e pense em "excelência". O profissional perfeito é o profissional dinâmico. Não é apenas aquele que esta em constante movimento, mas aquele que cria movimento. O profissional perfeito é o profissional feliz, mas eterna e moderadamente insatisfeito. O profissional perfeito não é o competente em todas as suas atribuições, mas o exemplo em boa parte delas. O profissional perfeito estuda constantemente, ele não domina. O profissional perfeito não é apenas dedicado ele é envolvido, responsável. O profissional perfeito não reclama, ele impõe idéias de forma clara, levantando custo e amostrando projeções. O profissional perfeito não é acostumado a lidar com metas e objetivos, ele é movido a metas e objetivos. Por isso eu reafirmo reavalie sempre sua equipe, reavalie a si mesmo, o melhor momento de investir é quando se tem o que investir.

O profissional perfeito Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/business-management/management/2230357-profissional-perfeito/

Comentários