O professor e a relação com o aluno



Crítica escrita por:LaCerise
 

Ensinar é uma arte. Esta frase, repetida inúmeras vezes por diversos autores e educadores, não pode ser vista com indiferença.



 Atualmente, a juventude encontra-se submersa em uma trama tecnológica onde a sala de aula tradicional, com seu quadro negro, giz e classes alinhadas individualmente já não atendem às expectativas do aluno, e por vezes do próprio professor. Em meio à transformação do mundo e da tecnologia, o educador já não sabe mais qual meio utilizar para fazer com que o aluno se interesse pelas aulas e pelos conteúdos. Inicia-se então uma busca contínua, por parte do professor, por formas e abordagens novas, que vão do teatro a atividades com argila, jogos e investigações em sala de aula, na busca por despertar o interesse e o prazer no aprender, de forma que o conteúdo se torne algo interessante para o educando, que não agüenta mais textos e questionários. A sala de aula não deve ser somente um local para exposição do professor, mas sim um ambiente de trocas de experiências, e exposição de idéias e de discussões racionais.

Quando caí de pára-quedas pela primeira vez em uma sala de aula, no não muito distante ano de 2006 para trabalhar História e Ensino Religioso estando no primeiro semestre do Curso de História, não tinha noção do papel que um professor tem na vida do seu aluno. A forma com que nos relacionamos com nosso aluno, a capacidade de ouvi-lo e compreende-lo é determinante para o bom andamento de seu aprendizado, tão importante quanto à forma com que abordamos e nos relacionamos com os conteúdos, e como conseguimos transmiti-los. O aluno que tem afinidade com o professor, tem a sede de buscar novidades, de perguntar, de pesquisar. É através do “conhecer o aluno” que o professor pode encontrar meios de fazê-lo se interessar pelo estudo, buscar, se ver curioso e atento a cada novidade. Sempre vi tudo isso como uma linda utopia, e imaginei que nunca seria possível em uma sala de aula real, e só passei a entender o real significado de um bom relacionamento com o aluno, e como ele é determinante dentro de uma sala de aula nos momentos de interação, quando de fato entrei em uma sala de aula com a obrigação de trabalhar conteúdos pré-selecionados pela escola, e que eu não dominava totalmente, com crianças que não conhecia, e que pouco diferiam da minha idade, mas se diferenciavam significativamente de minha realidade. Foi ali, exatamente ali, que descobri o valor desta relação professor-aluno, e ainda da forma com que este educador faz com que o conteúdo tenha um significado e um sentido para este aluno, e ainda, como é possível encontrar novas formas de trabalhar em uma sala de aula.

O PROFESSOR E A RELAÇÃO COM O ALUNO EM MEIO À TRAMA TECNOLÓGICA Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/internet-and-technologies/universities-research-institutions/2035666-professor-rela%C3%A7%C3%A3o-com-aluno-em/

Comentários