Livro doze mandamentos

Os Doze Mandamentos

Resumo escrito por:LuizCarlosPereira

Neste livro Sidney Sheldon subverte as tábuas da lei e reconta a história de Moisés. Segundo ele, o hebreu não desceu o Monte Sinai com dez mandamentos.


 Na verdade, eram doze as leis e, ao contrário de punição, quem as descumpre recebe grandes recompensas. Dessa forma, quebrar um dos doze mandamentos pode ser muito lucrativo. Os "pecadores" aqui tornam-se ricos, famosos e felizes. Entre os personagens estão um padre que transgride duas regras e um homem de má sorte que, após infringir o quarto mandamento - guardar os dias santos - enriquece.
Sheldon desafia a religião com um livro irônico já a partir do título. No contexto, o desacato às regras divinas está presente desde os primórdios, pois Moisés recebeu três tábuas da lei, com doze mandamentos, mas deixou a terceira, com o décimo primeiro e o décimo segundo mandamentos cair, quebrando-se. Então, sem revelar o acidente, Moisés diz a todos que Deus enviou dez mandamentos. Além disso, ameaça a todos os que descumprirem os tais mandamentos, pois estarão ofendendo a Deus, no entanto, o que se revela na história criada por Sheldon é exatamente o oposto disso.
O livro é composto de doze contos, cada um relativo a um mandamento. O autor mostra em sua narrativa como os fanáticos religiosos levam ao pé da letra o que está escrito na Bíblia, sem, necessariamente, entender ou interpretar corretamente, agindo de forma leviana.
Sátira divertida que, mesmo sem estar entre os grandes livros do autor, merece ser lido e relido para se buscar a ênfase das entrelinhas.




Os Doze Mandamentos Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/humor/2266146-os-doze-mandamentos/

Comentários