História da moda social

Livro
História Social da Moda

Resumo escrito por:douceetfurieuse
Você sabia que a moda era uma instituição basicamente masculina até o século XVII? E que, somente a partir do surgimento da burguesia que a moda se voltou para as mulheres? Você conhece a história da minissaia e qual era o contexto político mundial para que ela fosse criada? Não? E que tal saber que o hábito de praticar esportes surgiu apenas no começo do século XX, como uma forma de manter as pessoas obedientes ao sistema político vigente? Não sabia de nada nisso?

Então está na hora de você conhecer um pouco mais sobre moda


. O livro de Daniela Calanca, publicado pela editora SENAC, faz uma reflexão profunda sobre a mudança da sociedade ao longo dos séculos e a influência que isso causou não só ao vestuário, mas aos hábitos da população, como, por exemplo, tomar café e praticar esportes, além do culto ao corpo bronzeado e esguio, como forma de demonstrar vigor e saúde. O livro desconstrói a imagem da moda como "futilidade" para inseri-la como uma vitrine dos comportamentos sociais, do que é aceitável e do que é transgressor a cada país, a cada nação. A moda é utilizada, sobretudo pelos jovens, como uma forma de contestação ao modelo político vigente, seja pelos jeans rasgados, na década de 50, seja pela minissaia, criada na década de 60 por Mary Quant, seja ainda pelos cabelos rebeldes dos punks nas décadas de 70 e 80.
Trata-se de uma reconstituição muito bem feita da transformação do vestuário ao longo dos tempos, e recomendo a todos que se interessarem, não só por moda, mas por sociologia, antropologia e história, também.

História Social da Moda Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/dictionary/2070143-hist%C3%B3ria-social-da-moda/

Comentários