tipos de tijolos vantagens e desvantagens



 por:migsa


    1. Também conhecido como bloco cerâmico, o tijolo é feito de argila e moldado sob a forma de paralelepípedo. Registros apontam que ele é utilizado pelo homem há pelo menos seis mil anos, sendo hoje um componente indispensável na construção civil tanto para estrututração como para vedação de residências.
    2. Os tijolos de vedação são aqueles usados para a execução de paredes. Esses modelos suportam pequenas cargas, como a de pias ou armários. Geralmente seus furos são utilizados na posição horizontal.
    3. Já os tijolos estruturais são aqueles usados nas estruturas das edificações. Seus furos são dispostos na vertical e, podem servir como pilares e vigas
    4. O tijolo mais usado atualmente é o bloco cerâmico de vedação na medida de 11,5cm de largura, 14 cm de altura e 24cm de comprimento. Ele é produzido por meio de uma extrusora , prensa que faz a massa a partir de água e argila. A extrusora também é responsável por moldar o tiolo de acordo com esus furos, que podem ser de dois a nove. Na sequência, os blocos permanecem cerca de 24 horas em uma estufa para secagem antes de seguirem rumo ao forno.
    5. O tijolo pequeno e sem furos é chamado de maciço ou de barro cozido. Seu benefício é funcionar como um perfeito isolante térmico e acústico, uma vez que é mais pesado e resistente do que os blocos. Entretanto, ele apresenta desvantagens, exige mais tempo de mão de obra e maior gasto com cimento e areia.
    6. Por ser menos ágil e mais caro, o tijolo maciço perdeu espaço para os blocos na maioria das construções. Todavia, ele pode ser utilizado na criação de paredes de tijolo a mostra. Nesse caso, o material é usado apenas para levantar as paredes que terão destaque no projeto, o que não pesa no bolso. Poe serem porosos, os tijolos a mostra precisam ser impermeabilizados para resistir à açãoda chuva e do vento. Use impermeabilizantes trnaparentes, à base de silicone.
    7. Quando os tijolos maciços são usados de forma aparente, é preciso lançar mão de um bom acabamento. Nesses casos, a massa pode ser aplcada na própria superf~icie ou pode-se retirá-la do espaço entre os tijolos, criando profundidade nos vãos entre as peças. Há ainda uma terceira possibilidade: apoiar um tijolo diretamente sobre o outro. Independentemente da escolha, a dica é comprar todos os tijolos do mesmo fornecedor, porque podem ocorrer variações de tonalidade e até mesmo de tamanho de acordo com o material utiilizado na fabricação.
    8. Tijolo baiano é aquele que possui mais furos, é maior e mais econômico, exige pouco material e agiliza o descarregamento na obra, mas costuma não ser muito resistente e portanto não deve ser utilizado como alicerce ou base para estrtuturar a casa.
    9. Os blocos estruturais exigem mão de obra especializada, já que seu uso requer técnicas especiais. Entretanto, eles podem representar uma boa economia no bolso de quem está reformando ou mesmo construindo, sendo possível reduzir o custo final em até 27% da obra.
    10. De uma simples edícula até edifícios, os tijolos podem ser usados em qualquer construção. O material também merece medalha de ouro em termos de durabilidade: parede e estruturas feitas com tijolos podem resistir por mais de 150 anos.


  • Comentários