pilha perda e ganho de elétrons




Reações de Oxirredução – ocorre perda e ganho de elétrons. O elemento que perder elétrons vai sofrer oxidação e o que ganhar sofrerá redução.
As pilhas sofrem reações de oxirredução espontâneas, gerando energia.
A primeira pilha ficou conhecida como pilha de Volta e foi proposta por Alessandro Volta em 1800.
Em nossa vida cotidiana existem vários fenômenos que ocorrem por oxirredução:
*Escurecimento de uma maçã quando cortada e exposta ao ar;
*Enferrujamento de um portão de ferro quando em contato com ar e umidade;
*Mudança da cor da palha de aço quando molhada e exposta ao ar;
*Transformação do vinho em vinagre.
ESTUDO DAS PILHAS
Oxidação – perde elétrons
Redução – ganha elétrons

Existem metais mais reativos que outros. Os metais mais reativos tendem a perder elétrons para os metais menos reativos.
Na seta de ordem de reatividade, quanto mais estiver acima do Hidrogênio, tende mais a oxidar.

A PILHA DE DANIELL
Eletrodo é uma montagem constituída de uma placa de metal inserida em uma solução contendo íons desse metal, no caso, uma placa de zinco dentro de uma solução de sulfato de zinco e uma placa de cobre dentro de uma solução de sulfato de cobre II. Unindo essas placas por um fio teremos um circuito.

Zn sofre oxidação (perde elétrons) e se transforma em Zn (aq). – (Zn --- Zn2+ + 2e´)
Desse modo, a placa de zinco vai se desgastando, ou seja, perde massa, e a solução fica cada vez mais concentrada em íons Zn2+.
Os íons Cu2+ que estão em solução sofrem redução, transformam-se em Cu e se depositam na placa, fazendo com que esta tenha sua massa aumentada e a solução fique menos concentrada.
Em uma pilha, existe fluxo de elétrons pelo fio e fluxo de íons pela ponte salina.
O eletrodo onde ocorre oxidação (Zn) é denominado ânodo e corresponde ao pólo negativo da pilha e o eletrodo onde ocorre redução (Cu) é denominado cátodo.
Semi-equações:
Ânodo – oxidação – Zn --- Zn² + 2e
Cátodo – redução – Cu² + 2e --- Cu
Reação global da pilha = Zn + Cu² --- Zn² + Cu

Escreve-se primeiro o ânodo e depois o cátodo.





Comentários