definir uma empresa familiar



Resumo escrito por:Souza Moro
ADMINISTRAÇÃO FAMILIAR
A empresa familiar é uma instituição singular, pois como afirmam LONGENECKER, MOORE e PETTY (1997, p. 135), “vários aspectos distinguem a empresa familiar de outros tipos de pequenas empresas. Em sua cultura e tomada de decisões, por exemplo, observamos um misto de valores familiares e empresariais.” Além disso, “falar de uma empresa familiar é tornar implícita a propriedade ou outro envolvimento de dois ou mais membros de uma família na vida e funcionamento dessa empresa.” (LONGENECKER, MOORE e PETTY, 1997, p. 135) De outra parte, na pequena empresa, familiar ou não, há dificuldades para a concepção do planejamento. Dessa forma, deve-se reservar um tempo para tal, uma vez que, freqüentemente, os gerentes de pequenas empresas dão prioridade à solução de problemas de curto prazo, a fim de cuidar das exceções, desarranjos e irregularidades que podem ameaçar a estabilidade organizacional. Assim, em virtude de seu trabalho, esses gestores podem nunca conseguir planejar. Ademais, é fácil protelar o planejamento e isso ajuda os gerentes a ignorá-lo, enquanto se concentram em questões mais urgentes de produção e vendas. Pode-se fazer uma analogia com jogadores da defesa de futebol, que têm visão bloqueada por jogadores de linha que os estão atacando: tais empreendedores podem ser driblados por concorrentes que não foram vistos. Portanto, para planejar é preciso reservar um tempo e ter um grau de privacidade adequado. O planejamento, basicamente, é um processo mental. Raramente é feito de uma forma eficaz em uma atmosfera de telefones que tocam, pedidos apressados e decisões urgentes a serem tomadas. É preciso encontrar tempo para planejar e ganhar seus benefícios.
empresa familiar Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/371370-empresa-familiar/

Comentários