Aprenda a calcular o consumo de energia elétrica da sua casa

:Jorjamaral
Cada um de nós tem na sua casa vários equipamentos eléctricos ou electrodomésticos que influem no nosso consumo de energia. Usamo-los por vezes sem controle, o que faz disparar a conta de electricidade.
Como remediar a esse problema?
Conhecer o nosso consumo sabendo o que os nossos aparelhos “comem”, verificar regularmente o nosso contador de electricidade e no momento da compra de um electrodoméstico ter em conta a sua potência (que na maioria dos casos é o seu consumo).
Conhecer a potência dos aparelhos permite saber, também, a potência do contador ao qual vamos contratar.
Porque a potencia do contador tem sua importância?
É simples, se o contador for de 3,5 kWh de potência, se ligar um ferro de engomar de 2000 W e o forno de 2500 W isso o fará disparar porque só a soma de estes dois aparelhos é de 4500 W, que é superior a potencia do contador. Neste caso se tiver muitos aparelhos ligados ao mesmo tempo (o que não é aconselhável) deverá contratar um contador com maior potência. 
Conhecendo algumas fórmulas de base não haverá surpresas quando a factura chegar.
O primeiro passo é: Fazer um levantamento da potência de todos os aparelhos e equipamentos existentes em casa. Como por exemplo: Televisão, máquina de lavar roupa, aquecedores eléctricos etc. …
A seguir faremos as contas seguintes.
Sabemos que a energia eléctrica E consumido por um aparelho eléctrico é igual ao produto da sua potência eléctrica P multiplicado por o tempo de passagem t da corrente eléctrica:
E = P x t ou seja - E em Joule, P em Watts, t em segundos
Exemplo de aplicação:
Cálculo da energia consumida por um forno eléctrico de 3,5kW, em funcionamento durante 1h30 mins.
Temos que exprimir a potência em Watts e o tempo em segundos
P = 3.5kW = 3500 W
T = 1 h 30 mins = 3600 + (30 x 60) = 5400 s
Aplicando a fórmula: E = P x t que nos dá 3500 x 5400 = 18 900 000 J
O consumo do forno é de 18 900 000 j ou 18 900 kJ
Más como indica o exemplo, o joule é uma unidade muita pequena, por isso usamos outras unidades que são:
- O Watt-hora (Wh), P neste caso é exprimido em Watts, t em horas que nos dá:

1 Wh = 1 W x 1 h = 1 W x 3600 s = 3600 J.
- O Kilowatt-hora (kWh), P neste caso é exprimido em kilowatts, t em horas que nos dá:
1 Wh = 1000 W x 1 h = 1000 W x 3600 s = 3 600 000 J.
Se aplicamos estes dados ao exemplo anterior obtemos os valores seguintes
P = 3,5 kW = 3500 W
T = 1 h 30 min = 1+ (30mn: 60) = 1,5 h
Obtemos a energia em Wh calculando: E = P x t ou seja 3500 x 1,5 = 5 250 Wh.
O consumo de energia é de 5 250 Wh ou seja 5 250: 1000 = 5,25 Kwh
A medição da energia consumida é feita através do contador eléctrico.
Ao efectuar regularmente o levantamento do valore, seremos capaz saber o montante da nossa factura e assim detectar eventuais erros de leitura.
E agora um pequeno exemplo de consumo mensal de uma casa.
Fazemos um relevo dos aparelhos e do seu uso médio, para calculáramos o consumo mensal.
O dono de uma casa quer avaliar o seu consumo mensal de electricidade. Assim temos;
Televisão = 100 W durante 5 horas – lâmpada de halogéneo = 150 W durante 2.5 horas – frigorifico = 300 W durante 5 horas – aquecedor = 1500W durante 4.5 horas.
Calculemos o consumo por dia com ajuda da fórmula E = P x t de cada aparelho, sabendo que neste caso t será em horas e E em Wh
Televisão = 100 x 5 = 500 Wh – lâmpada = 150 x 2.5 = 375 Wh – frigorífico = 300 x (500: 60) = 2500 Wh – aquecedor = 1500 X 4.5 = 6 750 Wh. Que nós dá
Como consumo diário: 500 + 375 + 2500 + 6 750 = 10 125. Por mês: 10 125 x 30 = 303 750 Wh ou seja convertido 303.75 kWh. O dono da casa consome em media 303 kWh de energia eléctrica por mês.
Espero que lhe seja útil quando decidirá adquirir um electrodoméstico.
Obrigado por ler o resumo.

Comentários