Ter moderação nas atitudes palavras e até no tom de voz

Boas maneiras

Resumo escrito por:MPenna
Boas maneiras devem existir mesmo nas ocasiões informais. Ter moderação nas atitudes, palavras e até no tom de voz ajudam a passar uma bela imagem em qualquer reunião. Não é necessário exagero e rigidez. Apenas um comportamento adequado ao momento. No Brasil, conhecemos duas consultoras de etiqueta, Ana Maria Santana Martins e Cláudia Matarazzo. Elas conhecem uma pessoa educada de longe. E ensinam em palestras e livros o que se deve dizer ou não dizer, como dizer e como agir. Em um almoço ou jantar informal, por exemplo, você sabia que o casal deve se sentar lado a lado ou frente a frente? Quando há muitos casais, o certo é homens e mulheres sentados alternadamente. O guardanapo de pano fica no colo durante toda a refeição. O descartável você deixa do lado direito do prato. Não são assuntos para essas ocasiões: desastres, acidentes, doenças e mortes. O pão é partido com os dedos e não com a faca. Peixe separa-se. Daí a faca para peixe ser menor e sem corte. O macarrão deve ser enrolado no garfo, com ajuda de uma colher. Também não se cortam ovos, saladas, tortas e legumes. As azeitonas são servidas com garfos, palitos. Deve-se, com a mão fechada, retirar da boca os caroços e espinhas de peixe. Aí estão algumas dicas das nossas especialistas. O mais importante, porém, é ser natural, sem agredir com palavras, gestos e atitudes.
Boas maneiras Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/humanities/202202-boas-maneiras/
Dicas DE BOAS MANEIRAS

Resumo escrito por:PASCARELLI
  • Durante as refeições jamais fale sobre assuntos trágicos, íntimos, nojentos e fúnebres.
  • Numa festa não discuta religião e política.
  • Conheça seus amigos e dê presentes significativos, considerando o universo cultural que eles vivem.
  • Jamais repreenda seu cônjuge na frente de amigos e parentes.
  • Saiba qual é seu limite para bebidas alcoólicas, respeite-o para não dar vexames.
  • Não leve crianças irrequietas e hiperativas em festas de adultos, para isso existem avós e babás.
  • Beijar na boca é intimidade, faça isto quando estiver entre quatro paredes. Beijar na boca em lugar público é vulgar.
  • Na dúvida use um costume preto ou azul marinho.
  • Ao convidar para festas casais gays, envie convites separados.
  • Confirme a presença dos convidados dois dias antes da festa.
  • Após a festa, telefone agradecendo os convidados que compareceram.
  • Evite convidar mulheres em cima da hora, isto vale tanto para festas como para cinema, shows e teatro.
  • Num primeiro encontro, o homem deve pagar a conta do restaurante, sempre.
  • Convide dois chatos para sua festa, apresente-os e eles deixarão os demais convidados em paz.
  • Numa festa elegante opte por música orquestral.
  • Casais recém separados não devem ser convidados para sua festa, aguarde os ânimos se aquietarem. Não tome partido, você poderá perder dois amigos ou mais.
  • Sirva aves desossadas, sempre.
  • Se estiver doente, fique em casa e avise o anfitrião que não está bem para comparecer à festa.
  • Envie convites individuais, deixe bem claro quem são os convidados.
  • Não coloque o som alto, numa festa os convidados devem ter a oportunidade de conversar.
  • Pessoas elegantes falam baixo.
  • Não assista filmes com conteúdo erótico se pessoas idosas estiverem na sala, evite constrangimentos.
  • Jamais telefone para seus amigos depois das 23 horas para falar assuntos cotidianos. Aos domingos, ligue para seus amigos após às 11 horas.
  • Nunca converse em outro idioma se alguém que não o entende estiver presente. Se não tiver opção, traduza.
  • Ao convidar crianças para sua festa, prepare um espaço para elas brincarem e contrate um recreacionista.
  • Se algum convidado não compareceu em sua festa, aguarde ele comunicar-se com você. Lembre-se que você fez um convite e não uma intimação.
  • Dê atenção a todos os convidados, mesmo àqueles que você convidou por falta de opção.
  • Para um jantar ou almoço evite chegar de mãos vazias, leve um vinho de qualidade, flores ou pote de sorvete.
  • Se desconhecer um assunto diga: sobre isto, preciso saber mais, indique-me um livro.
  • Respeite os tímidos.
  • Ao convidar amigos para um jantar, procure saber preferências e intolerâncias. Não faça piadas sobre vegetarianos, respeite-os.
  • Utilize pouco sal nos alimentos. O sal ajusta-se depois.
  • Judeus e islâmicos têm restrições religiosas quanto aos alimentos, procure conhecê-las e prepare opções para que eles se sintam bem em sua festa. Avise isto ao convidá-los.
  • Nunca conte piadas racistas.
  • Não dê presentes íntimos. Na dúvida dê um vale-presente com valor acima de 50 reais.
  • Se algum convidado trouxer para sua festa um amigo sem avisá-lo, não diga nada, sorria de forma protocolar. Evite-o convidá-lo para outros eventos se ele não lhe der justificativas plausíveis. Prepare-se para essa situação.
  • Prepare elegantemente a trilha sonora de sua festa com músicas de diversos estilos orquestrais: jazz, valsa, tango, cha cha cha, bossa nova, boleros entre outras. Intercale as músicas com algumas canções italianas, francesas, americanas e MPB consagradas pelo bom gosto, isto dará um agradável tempero para festa! Evite músicas religiosas e com letras pornográficas.
  • Confirme se as pessoas que você ama chegou bem em casa.
  • Não fale sobre uma mulher para outra mulher.
  • Saiba quais convidados estão fazendo dieta, os que são diabéticos e prepare para eles opções diet e light.
  • Junto com o café sirva água gasosa.
  • Abra os presentes em casa, isto evita possíveis constrangimentos.
  • Divida a conta do restaurante sempre considerando o poder aquisitivo do seu colega.
  • Ao chegar visitas, desligue a TV.
  • Não use perfume para marcar território.
  • Não discuta com seus amigos e cônjuge o passado traumático, passado foi inventado para passar. Lembre-se que os psicanalistas vivem disso, existem psicanalistas para todos os bolsos...
  • Presentes caríssimos sugerem intimidade, seja cauteloso.
  • Não creia que você encontrará um belo presente numa loja de R$ 1,99. É melhor chegar de mãos vazias do que dar esse vexame.
  • Conheça bem a gramática da nossa língua, use a norma culta, evite gírias e não critique seu país se não está disposto a fazer algo para torná-lo melhor.
  • Não avalie seus parentes, amigos, colegas e convidados pelos seus valores. Pratique a alteridade!
  • Se tiver relações sexuais com estrangeiros não faça comentários sobre o que vivenciou, palavras têm sentidos diversos para cada cultura e os significados dos gestos não são universais. Cautela!
  • Considere que o grau de intimidade ajusta as regras da boa convivência, mas não as invalida.
  • Bom gosto não se discute, mas sobre o mau gosto podemos fazer um longo tratado!

Dicas DE BOAS MANEIRAS Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/social-sciences/anthropology/1967903-dicas-boas-maneiras/
livro Amante Elegante: Guia de Etiqueta a Dois

Resumo escrito por:silhamo
Ninguém pode negar: gostar ou se interessar por alguém, paquerar ou se apaixonar, agradar o outro lado, com classe e estilo, não é tão simples assim e nem todos sabem "o que fazer" em determinadas situações. O novo livro de Claudia Matarazzo, editado pela Melhoramentos - Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois - chega justamente para suprir, com dicas bem objetivas, algumas das principais dúvidas que assolam os apaixonados, incluindo aquelas, na verdade, muito relacionadas ao bom senso, à educação e à etiqueta.
Ninguém pode negar: gostar ou se interessar por alguém, paquerar ou se apaixonar, agradar o outro lado, com classe e estilo, não é tão simples assim e nem todos sabem "o que fazer" em determinadas situações. O novo livro de Claudia Matarazzo, editado pela Melhoramentos - Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois - chega justamente para suprir, com dicas bem objetivas, algumas das principais dúvidas que assolam os apaixonados, incluindo aquelas, na verdade, muito relacionadas ao bom senso, à educação e à etiqueta.
Ninguém pode negar: gostar ou se interessar por alguém, paquerar ou se apaixonar, agradar o outro lado, com classe e estilo, não é tão simples assim e nem todos sabem "o que fazer" em determinadas situações. O novo livro de Claudia Matarazzo, editado pela Melhoramentos - Amante Elegante - Um Guia de Etiqueta a Dois - chega justamente para suprir, com dicas bem objetivas, algumas das principais dúvidas que assolam os apaixonados, incluindo aquelas, na verdade, muito relacionadas ao bom senso, à educação e à etiqueta.
Amante Elegante: Guia de Etiqueta a Dois Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/1709980-amante-elegante-guia-etiqueta-dois/
livro Gestos, cortesia, etiqueta e protocolo

Resumo escrito por:TCoutinho
Obra interessante - a de Elisabete Canha de Andrade - para todos os que entendem que o harmonioso conviver humano é sobretudo intercomunicação autêntica, o que pressupõe e gera confiança. E é assim, porque o conteúdo da obra muito tem a ver com alguns dos distintos modos de consideração da acção humana - que se revelam em toda a acção social - já que acaba por ser histórico, por ser formação e educação, por ser cultural, cultiva intelectualmente abrindo espaço de curiosidade.

É em sintese, uma obra que se lê com agrado, com proveito e nos coloca no fundo, interrogaçãoes tão gerais e perenes como sejam a pessoa e a sociedade; a sociedade e a ordem; a pessoa, a sociedade, a ordem e o poder.

Mesmo os que tendem a subapreciar o formalismo dos comportamentos e das atitudes, da etiqueta e do protocolo - seja por desagrado do maneirismo, seja por apego à espontaneidade e à descontração, têm de reconhecer que já passaram por situações embaraçosas, que a definição de um conjunto de regras orientadas teria podido evitar.

Cortesia, etiqueta, urbanidade, civilidade, são hoje palavras quase esquecidas pela agitação que nos é imposta pelo ritmo de vida, mas cujo significado é do conhecimento geral, embora a raridade da sua aplicção talvez estjam esquecidos ou que já não há sequer tempo para as pôr à prova. Pequenos gestos sinceros são suficientes para adoptar o coração do próximo e tomar a vida menos tensa.

Gestos, cortesia, etiqueta e protocolo Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/dictionary/2036779-gestos-cortesia-etiqueta-protocolo/
Ética profissional, pessoal e Etiqueta

Resumo escrito por:psquei
De origem grega, o termo ethos significa costumes e deve ser entendido como um conjunto de princípios básicos, que visam disciplinar e regular os costumes, a moral e a conduta das pessoas. Esse é o aspecto amplo da palavra e no sentido mais restrito, a ética é utilizada para conceituar deveres e estabelecer regras de conduta do individuo no desempenho de suas atividades profissionais e pessoais. Dessa forma surgiram os códigos de ética, oferecendo orientação necessária e estabelecendo diretrizes a nível digno de conduta profissional.A ética tem suas bases na moral (Sócrates) e no dever (Kant), uma necessidade diferente da natural ou da matemática, pois necessita da liberdade. O dever obriga moralmente a consciência moral livre e vontade verdadeiramente boa, devendo agir sempre conforme o dever e por respeito ao dever, pois agir moralmente significa agir de acordo com a própria consciência. Já a ética se baseia na liberdade, ou seja, na opção voluntária pelo bem consciente da possibilidade de preferir o mal. Nossos comportamentos são avaliados como bons ou maus. A partir daí, as pessoas podem nos recriminar por não termos seguidos as normas da boa educação ou não ter cedido lugar a uma pessoa mais velha, por exemplo, e nós próprios podemos nos alegrar ou sentir remorsos por uma ação praticada. Isto quer dizer que o resultado de nossos atos está sujeito á sanção, ou seja, á recompensa ou á punição na mais diversa intensidade, desde aquele olhar da mãe até a coerção física (repressão pelo uso da força). A ética é a parte da filosofia, que se ocupa com a reflexão a respeito dos fundamentos da vida moral. Consideramos a moral como o conjunto de regras, que determinam o comportamento dos indivíduos na sociedade e o homem a fim de garantir sua sobrevivência, submete a natureza por meio de trabalho coletivo. Para que este se torne impossível surge a moral, com a finalidade de garantir a concordância entre os indivíduos. Portanto, o comportamento varia de um lugar para outro, de um tempo para outro.Na dinâmica do mundo, a etiqueta integra-se ao exercício de ética profissional, que pauta as relações em todos os níveis de trabalho em diferentes latitudes, explicando sua inclusão em treinamentos de pessoal. É na conceituação de ética como filosofia, que melhor se deduz a importância da pratica da etiqueta e o que ela significa para o desenvolvimento das potencialidades do individuo, á medida que confere segurança em seus relacionamentos.
A ética mexe com a moral, que parte do núcleo da liberdade pessoal projetando-se nas formas de agir do homem na sociedade como, por exemplo, roubar e matar são atos, que infringem no mais alto grau as leis morais. Ética é definida como a ação dos atos humanos, aplicável ao comportamento do individuo em diversos níveis, agindo corretamente em relação a si próprio e ao seu semelhante. A ética e a etiqueta tratam de comportamento e sua diferença é de nível de ação. A etiqueta como código de regras, que rege o comportamento do ser social fica no nível mais superficial. É a forma e o jeito de se conduzir de acordo com as normas pré-estabelecidas numa sociedade visando ser agradável aos outros, como, por exemplo, utilizar a cortesia com todas as pessoas.Etiqueta é um conjunto harmônico de atitudes, que traz uma estreita relação entre a parte interna e externa de uma pessoa. Existem ocasiões em que a etiqueta está presente mesmo quando ninguém conhece a suas regras. Inconscientemente, faz-se uso da etiqueta quando é agradável e marca positivamente a presença em determinado lugar ou situação de modo discreto e distinto. Lembrando que a maioria das pessoas não dá importância devida á etiqueta e você não deve se enquadrar neste grupo. É imprescindível você fazer parte de um grupo sem mácula e em certas ocasiões, exige-se comportamentos adequados com pessoas íntimas e estranhas. Por isso, a etiqueta é sinônimo de elegância, boas maneiras, bons costumes, estilo e distinção características, que emprestam a vida cotidiana mais harmonia e bem-estar nos ambientes sociais, profissionais e domésticos determinando um comportamento ideal de todos os indivíduos. No trabalho e em outras situações sociais, convivemos com muitas pessoas diferentes, portanto, precisamos manter um clima agradável e cordial.
Ética profissional, pessoal e Etiqueta Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/487614-%C3%A9tica-profissional-pessoal-etiqueta/
Chic[érrimo]

Resumo escrito por:DaliaHewia
Este livro estimula uma profunda reflexão sobre o conceito de "chic" nos últimos 50 anos.Estamos vivendo numa fase de supervalorização das imagens,do hedonismo e do narcisismo( crítica bem -humorada ao culto das celebridades),mas precisamos entender que ninguém é chic se não for civilizado.Chiq[érrimo] vem recheado de dicas e sugestões úteis para pequenos e grandes problemas do cotidiano.É indispensável para todas as pessoas que procuram viver adequadamente a contemporaneidade,ou seja, para todas aquelas que desejam ser chiquérrimas!Gloria Kalil apresenta o livro em seis capítulos:
I-É Possível Ser Chiquérrimo No Século XXI ?
II-O Outro
- Apresentações-Comunicações-Celebridades-Invasão de Privacidade-Etiqueta da Celebridade e do Fã-Relacionamentos-Primeiro encontro-Desencontros-Etiqueta do Ex-Etiqueta do Adeus,etc.
III-Rituais- Comer, Beber, Dançar, Aplaudir,Comemorar- Traje nos Convites-Guarda-Roupa de Festa-Etiqueta do Convidado-Etiqueta do Anfitrião,etc.
IV- Roupas Dizem Coisas- Um Upgrade no Guarda-Roupa-Truques da Moda-Moda e Fora de Moda Através das Idades-Seu Estilo Profissional,etc.
V-Turista Chic- Um Turista Aprendiz (Dicas para arrumar uma mala chic e inteligente-O que vestir para não parecer um deportado-Momento Duty-free-A quem dar gorjetas)-Um Turista Na Sua Casa-Turista na Casa dos Outros-De Malas Prontas(para ele e para ela).
VI-Chiquérrimo- Como Identificar Um Chiquérrimo
Na minha opinião um livro completo,um verdadeiro manual que ensina absolutamente tudo sobre etiqueta e sobre valores que devem sempre fazer parte de nosso convívio social.

Chic[érrimo] Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/guidance-self-improvement/1901802-chic-%C3%A9rrimo/
Comportamento

Resumo escrito por:expectante
Maslow
Segundo Maslow, dentro de cada ser humano existe uma hierarquia de cinco categorias de necessidades:
Fisiológica
: inclui a fome, sede, abrigo, sexo e outras necessidades de corpo.

Segurança: inclui segurança e proteção contra danos físicos e emocionais.

Social: inclui afeição, aceitação, amizade e sensação de pertencer a um grupo.
Estima: inclui fatores internos de estima, como respeito próprio, realização e autonomia; e fatores externos de estima, como status, reconhecimento e atenção.

Auto-realização
: a intenção de torna-se tudo aquilo que se é capaz de ser, inclui crescimento, alcance de seu próprio potencial e auto desenvolvimento.

Tendo separado tais necessidades em uma pirâmide de prioridades, inçando-se pelas necessidades fisiológicas no roda pé da pirâmide, como necessidades primarias, segurança, social, estima e no topo a auto realização. Na medida que cada necessidade é satisfeita, outra torna se dominante.

Comportamento Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/1770210-comportamento/

Comentários