saber sobre a distância entre nós



Resumo escrito por:licalia
Nunca um título guardou tantos sentidos, a meu ver. A distância entre nós é um romance ambientado na Índia. Escrito por uma autora natural do mesmo país, mas que se formou jornalista nos Estados Unidos. Tudo é mesmo muito distante, desde o ambiente em que se transcorre a narrativa, até as condições de vida das protagonistas – empregada e senhora- e os modos de viver das mulheres ocidentais. Muitas de nós não moram em barracos nem usam banheiro coletivo, tampouco é demitida sem que seus direitos trabalhistas sejam garantidos. Jovens não abandonam a faculdade por causa do constrangimento de terem engravidado ainda solteiras. Empregadas domésticas não têm de comer e beber em copos, pratos e talheres separados. Quando foi que uma de nós viu uma mulher com um tumor enorme vender brócolis murchos na feira? Por outro lado, o contraste entre as vidas de patroa e empregada, cujas vidas transcorrem em paralelo, sob os mesmos costumes, sob o mesmo céu, faz com que a interrogação se instale poderosa: quem garante que as condições tão abjetas, que tanto me indignam não estejam se processando poderosamente na vida da mulher que se senta ao meu lado no metrô?
Bhima não sabe ler e atribui ao fato de não ter podido estudar toda a pobreza material e as humilhações por que passa. É por isso que aposta todas as fichas na neta, que conseguiu entrar na faculdade. É por isso que quer se livrar do bebê, para que a menina possa voltar a estudar. Não pense que a senhora, filha de pais abastados e formada na universidade, não sofre as suas agruras. Ela tem que lidar não só com os costumes religiosos da sogra – rígidos e preconceituosos – como com a índole violenta do marido, tem de esconder os hematomas...

Logo no primeiro capítulo o choque se instaura. Bhima pensa em chutar a barriga da neta que dorme no chão, para que ela perca o bebê. E foi isso que me fez ler o livro, queria saber o que aconteceria com a garota, queria saber quais sofrimentos teriam endurecido de tal modo o coração da mulher, que mesmo velha, tinha de trabalhar para comer, vejam só: arroz, um ovo comprado num bar, alguns legumes. Ela que já morara em apartamento, que já tivera uma filha e um filho, um marido.

Imperdível pelas revelações sobre a condição feminina aqui e lá. Dolorido, por vários dias deixei-o de lado a fim de respirar. Porém necessário.

A distância entre nós Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/books/romance/2357458-dist%C3%A2ncia-entre-n%C3%B3s/

Comentários