quando der vontade de desistir da faculdade



Resumo escrito por:reidocurso

"Não quero continuar a faculdade." O que fazer? As motivações que justificam essa constatação podem ser reais, equivocadas ou impulsivas.


 Preocupados, familiares e amigos evitam apoiar a evasão do curso. A maioria incentiva a continuidade, mesmo que a profissão seja abandonada no futuro.

Por que é difícil ser assertivo, respeitar as próprias conclusões? Atender aos próprios anseios deveria ser uma alegria. Livre arbítrio. Por que em vez de nos sentirmos incentivados, ficamos desamparados? Medo das consequências? Queremos ganhar sempre? Evitamos o lado ruim da escolha? Pode ser, mas isso é tudo? Ou será que nosso arbítrio não é tão livre assim?

Retoricamente, somos livres para optar. Na prática, não temos tanto campo para escolher quanto pensamos. Para o psicólogo Bohoslasvsky, ao decidirmos por algo, realizamos o exercício da conciliação. Mediamos desejos com possibilidades, opiniões famíliares, sociais ou qualquer critério que nos seja importante. Algumas pessoas, submissas nessa batalha, quase esquecem o que realmente sentem. Evitam fugir de determinados padrões considerados normais.

Cursar a universidade é o passo esperado ao final do ensino médio. Desistir é uma dessas situações que fogem à expectativa. Afronta o valor da perseverança que, subliminarmente, é superior à vontade pessoal. Internamente, sabemos que rejeitar algo é um sentimento legítimo. Deveria ser respeitado. Entretanto rechaçar o que não é crime, falha moral ou ética nem sempre é bem visto. Pior ainda quando se abre mão de um curso superior, objeto de desejo de muitos e privilégio de poucos.

conheça o neobux é gratuito e sempre será



Não quero continuar a faculdade Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/social-sciences/education/2330028-n%C3%A3o-quero-continuar-faculdade/

Comentários