Momento certo de calibrar e pressão ideal



Resumo escrito por:Gilsonpneus
Inúmeras pessoas acham que os pneus são detalhes sem muita relevância na estrutura dos veículos. Porém, eles são peças fundamentais e de extrema importância. Afinal de contas, você não vai a lugar nenhum sem eles, não é mesmo?

Profissionais da área destacam alguns pontos que merecem atenção. De acordo com Alexander Moura, piloto de teste da Pirelli, o cuidado com eles deve ter início na hora da compra: “Na concessionária, o consumidor já pode verificar a marca, as especificações e os preços dos jogos de pneus que vêm junto com os automóveis”.

Para o gerente de marketing da Michelin, Flávio Santana indica: “O próprio manual contém as informações para escolher o melhor pneu e as definições de calibragem”.

Abaixo, separamos umas curiosidades que merecem explicadas:

Números escritos nos pneus

Na parte exterior, além do aro das rodas, os pneus apresentam alguns números. Flávio da Michelin explica: “Todos aqueles números obedecem a uma norma internacional”.

Para exemplificar, vamos considerar um pneu 175/70R13 82T. 175 é o número que indica a largura em milímetros, que é revelada sempre nos três primeiros números.

Após a barra, aparece o número correspondente a porcentagem da altura em relação à largura do pneu (no exemplo, 70%). A letra R vem de radial. “Hoje, todos os pneus no mercado para carros populares são de pneu radial”, afirma Flávio. A última parte representa um índice de peso (82= 475 kg) e desempenho (T= 190 km).

Momento certo de calibrar e pressão ideal

É indicado que os pneus sejam calibrados toda semana e a medida de pressão precisa estar de acordo com o que recomenda a fabricante do automóvel.

“Existem diferentes calibragens para ocasiões diferentes, como, por exemplo, em viagens, quando o carro está com a carga máxima. Não se esqueça de calibrar somente antes de pegar a estrada, com os pneus ainda frios”, informa o gerente e também diz: “Um pneu com 25% a menos de pressão durará menos da metade do que deveria durar”.

Além de reduzir a durabilidade do pneu, a calibragem com pressão incorreta pode interferir no comportamento do veículo ao diminuir a aderência na pista.

Hora de verificar a suspensão

O ideal é que seja a cada 10 mil quilômetros, a não ser que antes do prazo você tenha tido algum problema em buracos e meio-fio, por exemplo. Deve-se lembrar do balanceamento dos pneus e rodas, além do alinhamento.

“Um veículo bem alinhado terá maior durabilidade dos pneus, melhor comportamento em curvas e maior segurança. Se aparecer um ruído nas curvas ou o volante tender para um lado também é hora de verificar o sistema”.

Agora que você já esclareceu algumas dúvidas, que tal investir em pneus novos e cuidar muito bem deles? Veja nossas ofertas!

Equipe Gilson Pneus
Que tal algumas dicas sobre pneus? Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/how-to/2273202-que-tal-algumas-dicas-sobre/

Comentários