Combate às larvas do Aedes aegypti antes da temporada chuvosa


Resumo escrito por:alicemartins
Prevenção é a melhor saída. Combate às larvas do Aedes aegypti antes da temporada chuvosa é o mais eficaz, diz estudo. Medidas preventivas de controle do Aedes aegypti podem ser eficazes no combate a dengue. Para surtir efeito elas devem começar bem antes da estação chuvosa, segundo um estudo realizado no Caribe.
Se seguir à risca, quem sabe o Brasil possa se livrar da dengue já em 2010. Técnico de saúde pública busca larvas do mosquito em Cuba. Pneus, pires e outros recipientes que acumulem água parada são locais adequados à colocação de seus ovos. A pesquisa conduzida pelo entomólogo Dave D. Chadee, da Universidade das Índias Ocidentais, na cidade de St. Augustine, em Trinidad & Tobago, concluiu que o controle de larvas realizado antes da temporada de chuvas é a melhor maneira de evitar o crescimento da população do A. aegypti, transmissor da dengue.
O combate à larva deve ser realizado, com medidas tradicionais de segurança; como evitar acúmulo de água em garrafas, pneus e outros recipientes, além do uso de inseticida.
Foi realizado a análise durante 25 semanas, entre março e agosto de 2003, as cidades de Curepe, com 15 mil habitantes, e St. Joseph, com 9 mil, ambas na ilha de Trinidad e com altos índices de infestação pelo mosquito. No início do estudo, foram encontradas larvas dele em aproximadamente 1,5% dos recipientes inspecionados nas duas cidades.
Tratamento com o inseticida químico conhecido como temephos foi aplicado em áreas da cidade de Curepe, enquanto St. Joseph não recebeu o mesmo. Um mês antes do início das chuvas no Caribe, a população do mosquito caiu quase 70% na cidade tratada, ao passo que na outra houve um aumento de mais de 65%.
O estudo concluído mostrou ainda que a população de A. aegypti em Curepe demorou 11 semanas para retornar aos níveis anteriores ao tratamento, muito além das seis semanas em que normalmente isso acontece, no caso de campanhas tradicionais. Chadee acredita que um tratamento prévio de combate ao vetor, é mais eficaz.
Diante do exposto, declara o entomólogo que a ação prévia ao início da estação chuvosa poderia ajudar a planejar e implementar operações de controle do Aedes aegypti . “Este estudo sugere a necessidade de estratégias para uma abordagem mais sistemática do controle vetor e da preparação para epidemias”, aponta.

Igor Waltz
Ciência Hoje On-line
18/02/2009
Prevenção é a melhor saída Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/exact-sciences/1868770-preven%C3%A7%C3%A3o-%C3%A9-melhor-sa%C3%ADda/

Comentários